segunda-feira, 12 de maio de 2008

Nova enquete: NARDONI PARA PRESIDENTE?!?

É com certa tristeza que percebemos que a atenção das pessoas volta-se apenas para verdadeiras desgraças. Se nos noticiários não há miséria, não há calamidade, não há penúria, não há infelicidade, não há também audiência.

E por quê?

Difícil responder; Difícil entender os motivos pelos quais as pessoas dão mais importância a problemas alheios, que em nada influenciam as suas vidas, do que para alguns que literalmente lhes tiram dinheiro do bolso.

Moramos no país que mais cobra tributos dos cidadãos. E qual é o resultado disso, junto à população e à mídia, numa semana como esta em que alguns impostos foram aumentados sem qualquer justificativa pelo governo? Nenhum!

Moramos num dos países em que os crimes de "colarinho branco" mais ficam impunes. E qual é o resultado disso numa semana em que se constatou que milhões de dólares foram desviados em favor de ONGs desconhecidas e em que projetos de lei que endureciam as penas para estes crimes foram, simplesmente, arquivados pela Câmara dos Deputados? Nenhum!

Os noticiários (porque querem e vivem audiência, independentemente da notícia veiculada) nada disseram a esse respeito. Por outro lado, as notícias de mais um crime bárbaro (nesse caso, o cometido contra uma criança indefesa) não param de pulular.

O que seria preciso, então, para que as pessoas prestassem mais atenção na política e em nossos governantes?

Será necessário sejam suprimidos todos os seus direitos, todo o seu dinheiro, para que passem a gastar mais fosfato nisso do que com desgraças alheias que, no fim das contas, em nada lhes importam?

Em razão disso, para medir a temperatura deste termômetro, lançamos a campanha: NARDONI PARA PRESIDENTE!

Isso pode, num primeiro momento, soar absurdo. Mas lembramos: casos como o da pequena Isabella (a criança assassinada) acontecem às centenas. Dados do Ministério da Saúde, por exemplo, mostram que de dez em dez horas pelo menos uma criança está sendo morta. As informações catalogadas pelo Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM) nos mostram que 5.049 assassinatos vitimaram crianças, de ambos os sexos, em apenas seis anos.

Tenho visto, além das horas e horas seguidas em noticiários, várias manifestações públicas por conta de mais este crime.

Entretanto, não vi sequer um grupo, uma pessoa sequer, manifestar-se sobre o dinheiro que lhes foi literalmente roubado através dos desvios para as ONGs, por exemplo. Não vi sequer uma única faixa estendida, um único cartaz colocado na frente da Câmara dos Deputados para protestar sobre o literal enterro dos projetos de lei que criminalizavam atitudes típicas de "colarinho branco".

Ou está sobrando dinheiro para o povo, ou então o caos está próximo...

Ou, no fim das contas, devemos eleger NARDONI PARA PRESIDENTE?!?

A enquete está posta (lado direito da página). Responda: O que faz com que a população preste mais atenção em problemas alheios do que no cotidiano de nossos governantes, que cuidam de nosso dinheiro, nossa segurança, nossa educação, transporte, etc.? Falta de educação, falta do que fazer, falta de vergonha na cara...

É como pretendemos provocar; e é o que pretendemos descobrir!

Nenhum comentário: